Atletas da Universidade de Warwick criaram campanha para agradecer o apoio da comunidade gay

Em 2012, a equipe de remo da Universidade de Warwick decidiu tomar um passo bastante ousado para arrecadar fundos para o próprio time. Os atletas criaram o calendário "The Warwick Rowers", em que eles posam completamente nus em ensaios sensuais - mas sempre com muito bom gosto.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

À princípio, a ideia era que os calendários fossem vendidos apenas no campus da universidade, mas com modelos tão gatos, nada mais natural que o projeto crescesse e tomasse proporções mundiais - hoje, o calendário é vendido em mais de setenta países, e outros produtos também foram criados estampando as fotos dos bonitões, como camisetas e blusas de moletom. E o melhor, o projeto acabou se tornando um ato contra a homofobia no esporte:

Em entrevista à revista OUT, os integrantes da equipe contaram como são gratos ao público LGBT: "O calendário começou como uma maneira de conseguir dinheiro para o clube, mas foram os gays que tiraram ele das namoradas e dos avós e levaram para um público muito maior. Com isso, eles nos permitiram continuar no esporte, então nós quisemos devolver um pouco dessa atitude", disse Laurence Hulse.

"Pessoas LGBTs são constantemente excluídas do esporte de certa maneira, porque eles não se sentem confortáveis naquele ambiente. Os vestiários são notavelmente homofóbicos, assim como o próprio mundo esportivo, então a ideia surgiu para ajudá-los a fazer parte dos esportes, assim como eles nos ajudaram, ao apoiá-los e começando nossa própria campanha", disse.

As fotos da edição de 2015 foram lançadas em outubro do ano passado, por ninguém menos que o Sir Ian McKellen, e mostram os colegas de time em momentos descontraídos, sem roupa, em apoio aos atletas LGBTs e passando a mensagem de que não há espaço para a homofobia no esporte.

O calendário custa 8,70 libras, o equivalente a cerca de R$ 40, e pode ser adquirido no site do time , que também disponibiliza cartões, versões autografadas e posters.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.