"Assumir-se está ligado a uma maior chance de sofrer bullying, mas apesar disso também está associado a uma melhor saúde psicológica", comenta responsável pela pesquisa

Assumir homossexualidade ainda em fase escolar pode ser benéfico, aponta estudo da Universidade do Arizona (EUA)
Getty Images
Assumir homossexualidade ainda em fase escolar pode ser benéfico, aponta estudo da Universidade do Arizona (EUA)

Ao contrário do que muitos podem imaginar, assumir ser gay, lésbica, bissexual, travesti ou transexual ainda na adolescência pode ser benéfico em um longo prazo. Segundo um estudo da Universidade do Arizona, nos EUA, os LGBTs que se assumiram ainda em fase escolar têm maiores níveis de auto-estima e menores níveis de depressão quando adultos do que os que se assumiram mais tarde.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

"Assumir-se está, na verdade, associado a uma melhor saúde mental em um longo prazo", disse o professor de estudos da família e desenvolvimento humano Stephen Russel, responsável pela pesquisa.

Foram entrevistados LGBTs de 21 a 25 anos de idade e constatou-se que, mesmo com a possibilidade de serem vítimas de bullying na escola, os adultos que se assumiram mais cedo tiveram efeitos positivos em sua saúde mental.

"Assumir-se está ligado a uma maior chance de sofrer bullying, mas apesar disso também está associado a uma melhor saúde psicológica", comentou o professor.

Para Russell, o estudo coloca em dúvida a decisão dos adolescentes de esperarem terminar a escola para se assumirem com medo de serem vítimas de abusos, já que sair do armário e lidar com o bullying aparentemente leva o jovem a desenvolver uma saúde mental melhor.

"Sair do armário pode ser arriscado para algumas crianças, mas em um longo prazo entender e expressar quem você realmente é acaba sendo melhor", conclui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.