Protesto em forma de beijo em vôo de Moscou a São Petersburgo virou viral na web. Deputado chamou as mulheres de 'idiotas' e 'loucas'

Russas se beijam no voo em que se encontrava deputado antigay na Rússia
Reprodução
Russas se beijam no voo em que se encontrava deputado antigay na Rússia

Duas lésbicas que viajavam de Moscou para São Petersburgo no mesmo vôo que o deputado Vitaly Milonov, autor de leis antigays na Rússia, fizeram um protesto silencioso que ganhou voz na web. Elas aproveitaram um momento em que ele dormia no avião e se fotografaram se beijando, com ele ao fundo.

A foto ganhou asas e se tornou viral depois de ser postada no Instagram na conta de Kseniya Infinity. A legenda diz que o vôo vai aterrissar na casa noturna favorita do deputado.

Para a agência de notícias Flashnord, Milonov se referiu às mulheres como "idiotas" e "loucas" e disse que sente muito pelos pais que as educaram.

Milonov é um dos autores da lei assinada em 2013 pelo presidente Vladimir Putin que proíbe a "propaganda gay", ou qualquer divulgação de informações sobre "orientação sexual não-tradicional" para menores de 18 anos. Foi o deputado também o responsável pelo processo contra Lady Gaga e Madonna, por promoverem os direitos dos homossexuais em seus shows realizados na Rússia.

"Nós não atacamos nenhuma minoria sexual, todos têm absolutamente os mesmos direitos. Mas as tradições russas são apoiadas por 90% da população. Para a população russa tradicional, homossexualidade é pecado", declarou Milonov em defesa da lei.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.