Em 2008, referendo decidiu pela proibição do casamento gay no estado com 62% de apoio popular. União Americana das Liberdades Civis reverteu essa proibição, com aval da Suprema Corte

AP

Entre os 51 estados americanos, já passa de 30 os que aprovam o casamento gay
BBC
Entre os 51 estados americanos, já passa de 30 os que aprovam o casamento gay

A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu não vetar o casamento de pessoas do mesmo sexo na Flórida. No momento, mais de 30 dos 51 Estados americanos permitem o casamento igualitário.

Em apenas um parágrafo, a Corte americana decidiu não intervir no caso da Flórida, rejeitando assim o pedido apresentado pelo procurador-geral da Flórida, Pam Bondi, ao juiz federal Clarence Thomas, encarregado de tramitar os recursos legais contra a união entre pessoas do mesmo sexo na Flórida, Alabama e Geórgia.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Em 2008, referendo com 62% de apoio popular proibiu o casamento gay na Flórida. Em agosto passado, um juiz da Flórida deu a razão à União Americana de Liberdades Civis, que recorrera da proibição do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Estado. 

O juiz estabeleceu o prazo de 5 de janeiro para que a procuradoria-geral da Flórida recorresse da decisão. Estava na mão da Suprema Corte a decisão final, e ela foi favorável à suspensão da proibição a partir de 6 de janeiro, data em que os casais homossexuais podem voltar a se casar na Flórida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.