Elas encontram no envolvimento entre dois meninos uma maneira de ler a história sem se projetar, e podem acompanhar livremente o desenvolvimento do romance e do sexo

Elas se auto denominam “meninas podres” (fujoshi em japonês). A podridão a que elas se entregam é consumir quadrinhos eróticos gays, chamados de BL (Boy Love), que contam uma história de amor entre dois homens.

O bairro de Akihabara, em Tóquio, é conhecido mundialmente como a capital do reino nerd. As meninas podres se reúnem longe dos holofotes em Ikebukuro, do outro lado da cidade, na Otome Road ("Estrada da Virgem"), avenida ampla com um desfile de boutiques que vendem tudo sobre mangás: figurinhas, brinquedos e milhares de histórias em quadrinhos.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

"BL não é especificamente gay", diz uma das fanáticas, adepta dos quadrinhos gays há 10 anos. "Esta é a coisa mais importante que você precisa saber." A ilustração da capa da maioria das histórias em quadrinhos, no entanto, mostra dois homens se abraçando, o que faz os livrinhos se parecerem muito com um quadrinho homossexual. Mas, para as fãs do gênero, é tudo sobre o "amor puro", sobre a beleza do “amor sem gênero”. Na verdade, todo o estilo em si é dirigido ao público feminino e quase sempre criado por artistas do sexo feminino também.

O fato de que as histórias envolvem dois meninos significa que as meninas não podem inserir-se na narrativa e ficam livres, assim, para apreciar o desenvolvimento do romance de longe. Quando o amor existe entre um menino e uma menina, as leitoras terão automaticamente empatia com a menina. Quando se trata de dois meninos, elas se envolvem na história como espectadoras.

BL (Boy Love) tornou-se o mundo de fantasia das meninas, onde duas pessoas são atraídas por nenhuma outra razão do que o simples fato de que se amam e se esforçam para superar todos os obstáculos que os impedem de ficar juntos

Outro problema com o amor entre um menino e uma menina é que ele vem com um monte de pressões sociais, como casamento e gravidez, que mancham a pureza do desejo romântico. BL tornou-se o mundo de fantasia das meninas, onde duas pessoas são atraídas por nenhuma outra razão do que o simples fato de que se amam e se esforçam para superar todos os obstáculos que os impedem de estar juntos. A maioria das meninas mantêm em segredo sua predileção pelas revistas em quadrinhos gays. 

As histórias se desenrolam seguindo a seguinte fórmula: a primeira parte mostra a atração inicial entre os dois personagens principais, sendo que em geral um deles é mais ativo e o outro é mais na dele. O elemento mais importante dessa fase é ver esses dois personagens desenvolverem sentimentos mais fortes um pelo outro e a tensão erótica que cresce entre os dois potenciais amantes.
O segundo capítulo é o relacionamento realizado, quando os dois personagens masculinos superam a barreira física e iniciam o componente sexual de sua afeição, que pode variar de um único beijo para algo muito mais explícito.
No terceiro e depois no quarto, o capítulo final, o casal se depara com obstáculos que precisam ser vencidos para ficar juntos. Muitas vezes os amigos desaprovam o relacionamento, ou um dos amantes não segura a onda e foge, ou um terceiro homem entra na história.
E, no final, os dois personagens ficam juntos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.