Para cada doação, a organização Planting Peace enviará um pedaço de carvão de presente de Natal à igreja do pastor

A ONG norte-americana Planting Peace (do inglês, Plantando Paz) lançou na última quinta-feira (04) uma campanha em resposta ao pastor batista Steven Anderson , que causou indignação nesta semana por vídeo em que aparece dizendo que "o mundo estaria livre da AIDS até o Natal se os gays fossem executados."

ASSISTA A UM TRECHO DO SERMÃO ABAIXO

A campanha pretende levantar fundos para ajudar pessoas portadoras do HIV e funciona da seguinte maneira: para cada doação feita, um pedaço de carvão será enviado para a Igreja Batista do Mundo Fiél de Tempe, no Arizona (EUA), onde Anderson é pastor. Os pedaços serão entregues na noite de Natal, embrulhados como presentes.

Para cada doação, um pedaço de carvão será enviado para a Igreja Batista do Mundo Fiél de Tempe, no Arizona (EUA), onde Anderson é pastor
Divulgação
Para cada doação, um pedaço de carvão será enviado para a Igreja Batista do Mundo Fiél de Tempe, no Arizona (EUA), onde Anderson é pastor

A ideia é baseada em um conto de Natal escrito por Lemony Snicket , em que um pedaço de carvão consegue escapar de uma churrasqueira para tentar virar um artista. Depois de várias tentativas frustadas, ele encontra um homem vestido de Papai Noel, que dá o carvão de presente de Natal para o seu filho Jasper - extremamente travesso. O garoto, ao contrário do que o pai imaginava, fica extremamente feliz, pois sempre quis fazer pinturas com carvão. No fim, Jasper e o pedaço de carvão fazem sucesso no mundo artístico e ficam milionários.

De acordo com o presidente da ONG, Aaron Jackson , a ideia é devolver o ódio pregado por Anderson com amor. "O pastor Anderson pedindo pela execução dos gays é um lembrete de quanto ódio e fanatismo ainda existe na nossa sociedade", disse em entrevista ao jornal britânico 'The Huffington Post'. "Mantendo a filosofia do Planting Peace de responder mensagens de ódio com compaixão, nós queremos montar uma plataforma positiva para juntar pessoas não apenas para doar dinheiro aos soropositivos, mas fazendo isso de uma maneira leve e que conscientize a população sobre um problema grave."

A meta da campanha é atingir a marca de US$ 10 mil em doações. O resultado, porém, pode ser bem maior que isso, pois até às 11h15 desta manhã já foram arrecadados US$ 7.330,00. Caso queira colaborar com a campanha, clique aqui .

Entenda a polêmica

Em um sermão capturado em vídeo e postado no YouTube, o pastor Anderson inicia sua fala reclamando da sua agência bancária, que foi decorada com faixas e mensagens de conscientização para o Dia Mundial da AIDS (dia primeiro de dezembro). Ele chega a afirmar que os governantes estão desperdiçando bilhões de dólares para tentar encontrar a cura do HIV, quando na verdade ele "já descobriu a cura da AIDS."

Pastor Steven Anderson prega a execução dos homossexuais como forma de curar o HIV
Reprodução/Youtube
Pastor Steven Anderson prega a execução dos homossexuais como forma de curar o HIV

"Se um homem se deita com um homem, como ele deita com uma mulher, ambos cometeram uma abominação: eles devem ser levados à morte. Sangue deve ser colocado sobre eles", diz o pastor, citando o lívro Levítico, da Bíblia. "Esta, meus amigos, é a cura da AIDS."

"Estava na Bíblia esse tempo todo - e eles estão gastando bilhões de dólares em pesquisas e testes. É curável - está provado. Porque se vocês executassem todos os gays como Deus recomenda, vocês não teriam toda essa AIDS correndo solta."

Ele já havia causado polêmicas por outros vídeos postados na internet, em que prega o antissemitismo e a misoginia, além de orar pela morte de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos.

Para assistir ao vídeo na íntegra, clique aqui .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.