Amigos ficaram chocados ao chegar ao velório em Twin Falls, Idaho, e encontrar Jennifer de terno e cabelos curtos no caixão aberto

Jennifer Gable morreu de repente, de um aneurisma cerebral, aos 32 anos, em Twin Falls, Idaho. Quando chegaram ao velório, seus amigos não acreditaram no que viram, já que no caixão aberto estava um homem sendo velado: o enterro seria de Geoffrey Gable, o nome de batismo de Jennifer, transexual que tinha feito a transição para mulher alguns anos atrás.

LEIA TAMBÉM: Beatriz, 22, transexual: "Eu gosto e sempre gostei de meninas"

Nany People: "A vagina é só um detalhe"

Jen, as pessoas que a conhecem sabem que você está em paz. (Stacey Dee)

A família cortou o cabelo de Jennifer, a vestiu como um homem e fez seus amigos se depedirem de Geoffrey. Os amigos disseram que ficaram chocados ao ver a amiga de cabelos curtos e vestido um terno para o funeral. "Estou enojada", postou Stacy Dee Hudson no Facebook. "Uma grande e querida amiga foi enterrada hoje. Ela estava com o cabelo cortado e vestindo terno. Como eles podem enterrá-la como Geoffrey quando ela mudou legalmente seu nome? Estou muito triste. Jen, as pessoas que a conhecem sabem que você está em paz ."

No obituário on-line que a família encomendou não havia nenhuma menção a Jennifer, e a foto usada para ilustrar o anúncio fúnebre era de Geoffrey quando adolescente. Quem não sabia detalhes da vida de Jennifer e não relacionou as histórias não ficou nem sabendo de sua morte.


Geoffrey, em foto de adolescente, antes da transição para Jennifer
Reprodução
Geoffrey, em foto de adolescente, antes da transição para Jennifer

Mike Parke, funcionário da funerária e crematório Magic Valley disse que na certidão de óbito o pai de Gable listou o sexo como masculino. "A certidão de óbito diz Geoffrey AKA Jennifer Gable", declarou ele a jornalistas. "Os últimos anos ela viveu como Jennifer e enterraram-na como Geoffrey. É uma situação absurda para todos os envolvidos".

Para evitar que isso aconteça, é interessante aos transgêneros que correm o risco de ser desrespeitados pela família procurar um advogado e deixar um documento que declare expressamente sua vontade nesse momento. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.