O ator americano Gale Harold, que arrasou corações e mentes durante as seis temporadas da série gay "Queer as Folk", está cotado para fazer outro um papel gay, desta vez no cinema

Na vida real ele nem gay é, mas não podia ter sido mais perfeito como Brian Kinney na versão americana da série "Queer as Folk". Seu personagem, o bem-sucedido e promíscuo publicitário Kinney, não podia ser mais charmoso e sedutor.

Nove anos depois do fim da série, encerrada em 2005, Gale Harold está cotado para outro papel gay, desta vez no cinema. O projeto é o longa “Kiss Me, Kill Me”, onde ele seria o protagonista. 

Material de divulgação do projeto
Reprodução
Material de divulgação do projeto "Kiss Me Kill Me"

Neste filme de suspense com toques de Agatha Christie e Alfred Hitchcock, Gale foi convidado para interpretar um homem que descobre que o namorado o trai. Quando o namorado aparece morto, ele é o principal suspeito.

O filme independente precisa de US$ 100 mil para se concretizar. Os produtores lançaram uma campanha de crowdfunding para tentar arrecadar a quantia necessária para colocar o projeto de pé.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Até agora, já levantaram US$ 34 mil. Não devem faltar fãs de Brian Kinney para fazer doações.

Veja o video de lançamento da campanha feito pelo diretor Casper Andreas  e pelo roteirista David Michael Barrett:




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.