Hospital das Clínicas da UFPE, no Recife, passa a oferecer atenção especializada no atendimento a transexuais, com acompanhamento de equipe médica de várias especialidades

Agência Brasil

O Hospital das Clínicas da UFPE já fazia cirurgias de mudança de sexo, mas o serviço foi interrompido para a reformulação do atendimento e adequação às novas diretrizes do Ministério da Saúde.

A habilitação que foi publicada nesta terça (14) no Diário Oficial da União leva em conta critérios definidos pelo ministério em 2013 para o atendimento de transexuais no Sistema Único de Saúde (SUS), como a capacitação de profissionais para garantir tratamento humanizado e sem discriminação a esses pacientes.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

As diretrizes em vigor para o atendimento a transexuais definem que os pacientes têm direito à atenção especializada com profissionais das áreas de endocrinologia, ginecologia, urologia, além de obstetras, cirurgiões plásticos, psicólogos, psiquiatras, enfermeiros e assistentes sociais.

De acordo com a portaria que habilita o hospital, assinada pelo secretário de Atenção à Saúde, Fausto Pereira dos Santos, “o custeio do impacto financeiro gerado por esta habilitação correrá por conta do orçamento do Ministério da Saúde”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.