Revista "Gay Times", voltada para a comunidade LGBT, colocou o político na mesma lista de 30 nomes que inclui Boy George, Barbra Streisand e o ator e militante da causa Ian McKellen

Tony Blair na capa da revista
Reprodução
Tony Blair na capa da revista "Gay Times"

Tony Blair está na capa da revista "Gay Times" que traz a lista dos 30 maiores ícones gays das útimas três décadas, tempo de duração da revista.

A revista explica a inclusão de Blair na lista porque durante os 10 anos em que esteve no governo, de 1997 a 2007,  muitos avanços beneficiaram a comunidade LGBT. Entre eles estão a aprovação do casamento homoafetivo, a lei de crimes homofóbicos e a redução da idade para união consentida, que agora é 16 anos, a mesma que para casais heterossexuais. A "Gay Times" afirmou que Blair fez por merecer o título de “embaixador dos direitos dos homossexuais”.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Blair agradeceu a indicação em comunicado. "É algo de que tenho muito orgulho. Considero uma parte significativa do meu legado. Criou-se um ambiente muito feio na sociedade contra os gays. Eu estava crescendo na política e não gostava da hipocrisia onde as pessoas tinham de esconder sua própria identidade. E vi a dor que trazia para suas vidas não poderem ser quem eles eram".


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.