Sugerindo que os gays sejam deixados em uma ilha por 50 anos, vereador Sérgio Nogueira (PSB-MS), pastor evangélico, afirmou que não é homofóbico, mas quer provocar reflexão

Vereador Sérgio Nogueira sugeriu que os gays fosses levados para uma ilha por 50 anos
Reprodução
Vereador Sérgio Nogueira sugeriu que os gays fosses levados para uma ilha por 50 anos

O vereador Sérgio Nogueira (PSB) se referiu aos gays em seu discurso na Câmara da cidade de Dourados (MS) neste segunda-feira (15). Segundo informações da rádio 94FM Dourados, ele sugeriu que os gays fossem colocados em uma ilha por 50 anos. "Bota as pessoas que pensam assim numa ilha por 50 anos e depois de 50 anos volta para ver; não vai ter mais ninguém", disse ele.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Perguntaria para qualquer vereador se, podendo ser adotado, optaria por ser adotado por uma família de homossexuais

Presidente da Comissão de Assistência Social da Câmara e pastor evangélico, o vereador entrou nesse assunto para responder ao um convite para que assistisse palestrar contra a homofobia que a Secretaria Municipal de Assistência Social organiza.

Ele afirmou que não é homofóbico. "Não podemos passar a ideia de que o anormal é normal", disse ele, que seguiu em seu discurso não-homofóbico. “Perguntaria para qualquer vereador se, podendo ser adotado, optaria por ser adotado por uma família de homossexuais. Não sou a favor da homofobia. Quero colocar a população para refletir. Isso é contra os nossos princípios.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.