Com 5 filmes na programação, o MIS promove também debates e discussões com diretores sobre o tema

Boa notícia para quem mora em São Paulo ou estará na cidade nos próximos dias. A partir desta quinta-feira (27) até o próximo sábado (30) o Museu da Imagem e do Som (MIS) apresenta o Festival de Cinema Lésbico.

Com a exibição de cinco filmes com temática lésbica, entre ficções e documentários, o MIS, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, comemora o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, que acontece nessa sexta-feira (29).

A data ficou marcada pelo primeiro Seminário Nacional de Lésbicas (SENALE), organizado em 1996 pelo Coletivo de Lésbicas do Rio de Janeiro (COLERJ). Vários eventos serão realizados em todo o Brasil para celebrar a ocasião.

Além da exibição de filmes, o festival promoverá debates e discussões com alguns diretores sobre suas obras e a temática lésbica.

Confira abaixo a programação e resenha dos filmes escolhidos para o festival:

Dia 28/08 - quinta-feira
18h - Cassandra Rios: a Safo de Perdizes - Direção de Hanna Korich, 2003. Duração: 62min. Censura: 16 anos

Cassandra Rios foi uma escritora brasileira que viveu entre 1932 e 2002. Chegou à marca espantosa de 40 livros de ficção, que envolviam suspense e homossexualidade. Durante a ditadura militar, teve 36 obras censuradas.

19h10 - Meu mundo é esse - Direção de Márcia Cabral, 2009. Duração: 15min. Censura: 12 anos

O curta-documentário mostra a história de lésbicas negras de diversos Estados do Brasil, que têm de conviver com dois tipos de preconceito: o racismo e a lesbofobia.

Dia 29/08 - sexta-feira
18h - Lésbicas no Brasil - Direção de Maria Angélica Lemos, 2004. Duração: 50min. Censura: 16 anos

O documentário conta a história do movimento lésbico no País, desde os anos 1980 até o início dos anos 2000, com imagens históricas e depoimentos de ativistas.

Dia 30/08 - sábado
16h - São Paulo em Hi-Fi - Direção: Lufe Steffen, 2013. Duração: 95min. Censura: 10 anos

O longa-metragem documenta a cena LGBT paulistana desde os anos 1960 até 1980, com depoimentos de quem fez parte dessa história.

19h30 - Tomboy - Direção: Céline Sciamma, 2012. Duração: 82min. Censura: 12 anos

O filme francês conta a história de um garoto transexual que se muda para um novo bairro. A trama se complica quando os novos vizinhos descobrem a identidade do menino.

Serviço 
Local: Museu da Imagem e do Som - MIS SP
Endereço: Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo
Auditório LABMIS (64 lugares)
Preço: Gratuito

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.