Seu projeto ganhou visibilidade nas redes sociais, mas gays do mundo todo brincam com o objetivo: "Isso agora é arte? Então eu sou artista!"

Mischa Badasyan, o artista russo que vai tentar dormir com um homem diferente por noite durante um ano
Reprodução
Mischa Badasyan, o artista russo que vai tentar dormir com um homem diferente por noite durante um ano

Como seria a experiência de dormir com um homem diferente por noite durante um ano? O artista russo Mischa Badasyan , que vive em Berlim, está disposto a descobrir. 

Badasyan tem 26 anos e vê tudo como uma performance. Seu interesse é decifrar a relação entre sexo e solidão. Além da nossa velha conhecida atividade sexual, ele está colaborando com umdiretor alemão que vai fazer um documentário sobre a experiência, criando instalações com fotos e videos, construindo objetos com os lençóis usados e guardando recordações que o lembrem de cada encontro. O projeto se chama "Reserve a Data".

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Esse projeto não é o primeiro em que Badasyan mistura sexo e arte. Um tempo atrás, ele passou duas semanas andando como um anúncio vivo, usando um iPad com propaganda cobrindo o seu pênis. Para este agora, que sabe que é mais complicado já que vai precisar de uma companhia diferente por noite, ele já se inscreveu em quatro sites de encontro pela internet. Para começar, fez exame de HIV e sifílis e vai tomar todo o cuidado com as doenças sexualmente transmissíveis. "Este vai ser o meu projeto artístico mais sofisticado e perigoso, em termos de saúde mental. Vai ser bem difícil - para ser sincero, estou um pouco assustado", confessou ele.

Mischa Badasyan no metrô com seu ipad cobrindo o pênis
Reprodução
Mischa Badasyan no metrô com seu ipad cobrindo o pênis




Ele não pretende contar para os homens que está transando com eles como parte de um projeto artístico. Um dos desafios é fazer conexões com os homens em lugares que ele chama de não-lugares, como supermercados, shopping centers e aeroporto. São lugares, segundo ele, em que você não precisa falar com ninguém e nem fazer parte de um grupo. Isso cria solidão. A solidão da cidade grande.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.