Além da nova novela “Império", séries e filmes terão papéis gays vividos por astros como Martin Sheen, Julianne Moore, Mariana Ximenes, Claudia Ohana e Gael Garcia Bernal

Antes encarado como uma moda passageira, os personagens gays dão sinais de que vieram para ficar nas novelas da Globo, especialmente no principal horário da emissora. As últimas cinco tramas das 21h contaram com papéis e tramas homossexuais importantes. Isso também se repetirá em “Império”, que vai substituir “Em Família”, a partir do próximo dia 21 de julho.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Autor da nova novela das 21h, Agnaldo Silva até disse que não daria muito colher de chá para os personagens gays da trama, se negando a escrever um beijo entre eles. Mas parece que veto era só mais uma piada do humor peculiar do novelista. Aliás, não poderia ser diferente, já que “Império” vai ter em sua trama personagens gays com tramas importantes e picantes, diga-se de passagem.

Eterno garanhão e pegador das novelas, José Mayer desta vez será um homossexual enrustido, que é casado com a personagem de Suzy Rego , mas que se sustenta um amante jovem e musculoso, vivido pelo jovem galã Klebber Toledo .

As cenas do cerimonialista Cláudio, vivido por Zé Mayer, e seu amante Leonardo (Klebber) prometem muita emoção e humor. Mas “Império” ainda terá mais personagens da diversidade sexual, como Xana Summer ( Ailton Graça ), um cabeleireiro que adora se vestir como mulher. A Globo ainda não confirmou se ele será homossexual.

O blogueiro e fofoqueiro Téo Pereira completa o time colorido de “Império”. Intérprete do papel, Paulo Betti já anunciou que vai pesar a mão na construção do personagem, arqui-inimigo de Cláudio. Os dois cresceram juntos e sofriam bullying por serem afeminados na infância. Enquanto o personagem de Zé optou por ficar no armário, o de Betti será afetadíssimo e maldoso.

No TV americana, o personagem mais aguardado é o que será vivido pelo ator Martin Sheen , famoso por viver o presidente dos Estados Unidos na já clássica série “The West Wing”. Na trama de “Grace and Frankie”, do serviço de streaming Netflix, dois casais de amigos veem sua vida revirada quando os maridos se apaixonam e largam suas respectivas mulheres. Sheen é vive um deles.

As esposas dos maridos que se apaixonam serão interpretadas por nada mais nada menos do que Jane Fonda e Lily Tomlin , respectivamente a Grace e a Frankie do título. Ainda não há previsão para a exibição do seriado cômico.

DRAMA GAY NA TELONA

Nas telonas, o drama americano “Love Is Strange” terá um toque brasileiro no roteiro do carioca Mauricio Zacharias , que escreveu “Madame Satã” (2002) e “Deixe a Luz Acesa” (2012). Ainda sem previsão de estreia no Brasil, o longa tem como protagonistas Alfred Molina e John Lithgow .

Aplaudido em festivais como Sundance, “Love Is Strange” acompanha um casal maduro que precisa viver em casas separadas após um dos parceiros ser demitido por se assumir homossexual na escola em que trabalha. Baseado em uma história real, o filme será dirigido também por Ira Sachs , de “Deixe a Luz Acesa”.

Já o drama “Freeheld” traz a atriz lésbica Ellen Page dividindo a cena com Julianne Moore na história real da policial Laurel Hester , que lutou para a companheira receber uma pensão depois de obter um diagnóstico de câncer terminal.

Juliane vive Laurel e Page vive Stacie Andree . Em 2007, a história do casal foi tema no documentário com o mesmo nome do filme, que levou Oscar no mesmo ano.

Bill Hader é o irmão gêmeo gay de Kristen Wiig no aclamado
Divulgação
Bill Hader é o irmão gêmeo gay de Kristen Wiig no aclamado "The Skeleton Twins"

GAY FANTASMA E EX-SNL

Também bem recebido no festival de Sundance, “Jamie Marks Is Dead” traz um personagem gay fantasma. Após ser encontrado morto à beira de um rio, o jovem homossexual Jamie ( Noah Silver ) passa a se comunicar com Gracie ( Morgan Saylor ) e com Adam, vivido por Cameron Monaghan , um dos astros da da série dramédia “Shameless”.

Os amados e talentosos ex-intregrantes do programa “Saturday Night Live” Kristen Wiig e Bill Hader serão os protagonistas “The Skeleton Twins”. Eles interpretam dois irmãos gêmeos que se reencontram depois de 10 anos separados. O estreante diretor Craig Johnson levou o prêmio de melhor diretor em Sundance pelo longa.

No fim do ano, o Natal será marcado por um papel gay que promete grandes bilheteria no cinema nacional, com a voltad do saudoso personagem Capitão Gay do humorista Jô Soares , que agora será interpretado pelo talentoso  Leadro Hassum .

A estrela Mariana Ximenes vai protagonizar “Zoom”, do diretor Pedro Morelli . Na produção realizada entre Brasil e Canadá, a atriz viverá cenas de sexo e beijos com Claudia Ohana . O elenco conta ainda com Jason Priestley da série “Barrados no Baile”e Gael Garcia Bernal,  que interpretou uma travesti no longa “Má Educação”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.