Rede de fast food lançou nos EUA o "Proud Whopper" e gravou reação dos clientes ao consumir o lanche

AP

A cadeia de fast food Burger King marcou posição na defesa dos direitos da comunidade LGBT. A empresa fez uma versão gay do seu mais famoso produto, o hambúrguer whopper. Os lanches foram oferecidos nas lojas da rede na cidade americana de San Francisco, considerada capital da diversidade nos Estados Unidos.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK 

O "Proud Whopper" (Whopper orgulhoso) não tem nenhuma diferença do whopper tradicional. E esse é exatamente o mote da iniciativa da gigante do fast food, exaltar o conceito da igualdade na sociedade.

Num vídeo divulgado em seu canal no Youtube, a rede de lanchonetes mostra a reação de seus clientes ao comprar o "Proud Whopper", que vem embalado num papel com as cores do arco-íris, símbolo internacional do movimento LGBT. Quando os consumidores abrem a embalagem aparecer a mensagem “Por dentro somos todos iguais”.

Filmado no fim de semana passado, durante a 44ª Parada Gay de São Francisco, o vídeo exibe alguns clientes recusando a sugestão de consumir o lanche. Um homem até afirma que não vai mais consumir os produtos da empresa.

Mas os que aceitam têm reações divertidas e até tocantes, como uma criança que comenta a mensagem contida na embalagem. "Eu acho que isso significa que todos nós temos os mesmos direitos", diz o garoto, esbanjando lucidez. Uma jovem teve uma reação mais emocionada à ação. "Um hambúrguer nunca me fez chorar antes", admite a cliente.

Criado pela agência de publicidade DAVID, o vídeo teve direção de Henry Alex Rubin, que também dirigiu o filme "Garota, Interrompida" (1999).

Veja vídeo com reações de clientes do Burguer King: 

Sediada em Miami, a Burger King pertence ao grupo brasileiro de investimentos 3G Capital, que também controla a cervejaria Ambev, as Lojas Americanas e a fabricante de molhos Heinz, entre outros negócios.

Assim como a cadeia de lanchonetes, outros grandes ícones americanos do consumo também têm feito campanhas em prol da população LGBT. Como o marca de bolachas Oreo e a de refrigerantes Coca-Cola, que teve um casal gay em seu anúncio durante o Super Bowl, a final nos EUA do campeonato de futebol americano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.