Da Escola Jovem LGBT de Campinas, jovens fazem apresentação emocionada em teatro paulistano, dublando canções do filme "Frozen" e das cantoras Sandy, Gal e Elis

Única, a apresentação do espetáculo Divas no Teatro Popular João Caetano, na Zona Sul de São Paulo, na noite da última quinta-feira (26), foi equivalente a uma cerimônia de graduação. Isto porque alunos e professores estavam naquele palco para celebrar os ensinamentos e as experiências que trocaram durante os últimos meses. O objetivo de todos ali eram um só: dar continuidade a arte de ser drag queen. 

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Tantos os professores quanto os alunos naquele espetáculo pertencem a Escola Jovem LGBT da cidade de Campinas, que fica na Grande São Paulo.  Destinada a jovens gays, a instituição dá aulas de teatro, de música e de formação de drag queen. 

A Escola Jovem LGBT foi fundada em 2010 pelo casal Deco Ribeiro e Chesller Moreira,  que interpreta a drag queen Lohren Beauty.  Os dois agora têm planos de levar a instituiação para São Paulo. “Estamos fechando algumas burocracias, mas devemos abrir em agosto, na região central da cidade”, revela Deco.

Todos os anos, a escola realiza apresentações para mostrar o talentos de seus alunos e também de seus professores. No espetáculo deste ano, um dos shows foi da drag queen  Ashley Stronger, interpretada pelo performer mais jovem da turma, de 17 anos. Ele prefere não revelar o seu nome de batismo. 

Antes das aulas, as apresentações de Ashley eram apenas caseiras. “Sempre admirei muito as drags e também as divas Beyoncé e Cher. Eu usava as roupas da minha mãe”, contou o performer, cuja maior inspiração é a cantora Lady Gaga

 “Sou little monster, gosto da montação. No começo, meu pai me levava para balada comigo pronta. Ele tinha medo de acontecer algo comigo no caminho”, explica o performer, citando o apelido dos fãs de Gaga. 

Na pele da personagem Lohren Beauty, Chesller tem uma relação maternal com os seus alunos.  “Fora as 30 drags daqui de São Paulo, tenho umas 200 filhas em Campinas”, conta ele Os aconselhamentos que Lohren passa não se restrigem apenas a questões como maquiagem e figurino. A drag mãe também dá conselhos referentes à vida pessoal de seus pupilos. 

O espetáculo Divas apresentou repertório variado e muita emoção de seus performers
Edu Cesar
O espetáculo Divas apresentou repertório variado e muita emoção de seus performers




O espetáculo no João Caetano contou com uma apresentação surpresa. O aluno Plínio , 20, fez um performance como uma figura masculina, dublando o cantor o cantor Bruno Mars . “O Plínio vem do grupo Gay Direction, uma banda cover da banda One Direction, formada por jovens gays da escola”, disse Chesller. “Ele mostrou que não é preciso estar montado e vestido como mulher para estar em um palco, para dublar e se apresentar.”

Confira trechos das apresentações do espetáculo Divas:



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.