Batizada como “You Are You”, iniciativa nos Estados Unidos para crianças de 5 a 12 anos foi registrada pela fotógrafa Lindsay Morris durante seis anos

A fotografa americana Lindsay Morris começou a fotografar aos 18 anos, quando fazia uma viagem de intercâmbio na África do Sul. Desde esta época, ela se dedica a fazer retratos humanos sob uma perspectiva delicada e profunda. Em 2013, ela criou uma série fotográfica que retrata a experiência do acampamento You Are You (Você é o que é, em inglês) nos Estados Unidos, onde as crianças podem se identificar com gênero que quiserem. Assim, meninos podem ser vestir como meninas e vice-versa.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Em entrevista ao site BuzzFeed, a fotógrafa disse que acampamento é um “porto seguro onde as crianças podem experimentar um lugar livre de julgamentos". Crianças de 5 a 12 anos participam do projeto. 

A fotógrafa passou seis anos fotografando as crianças no acampamento. "Nós estamos vivenciando um momento único na história", avaliou Lindsay. "Um tempo e um lugar onde os pais estão trabalhando juntos, aprendendo juntos a melhor forma de defender os seus filhos e celebrar a sua individualidade", completou ela.  

Lindsey contou ainda que existem muitas crianças transexuais no acampamento. “Para muitas, as percepções de seu gênero estão desalinhadas com seus corpos", explicou a fotógrafa.

Meninos e meninas são livres para expressar sua identidade no acampamento 'You Are You'
Lindsay Morris
Meninos e meninas são livres para expressar sua identidade no acampamento 'You Are You'

Como não obriga a escolha de um gênero, o acampamento dá liberdade para as crianças experimentarem para encontrar no futuro uma identidade que mais se encaixe com elas.  "Elas podem, mais tarde, se identificar como gays, transgêneros, ou algo entre isso", explica Lindsay. 

"Este é apenas um modo de viver o que sempre existiu. Só agora estamos desenvolvendo uma capacidade de reconhecer que não há problema se todos não se restringirem em uma pequena caixa"

A série fotográfica vai dar origem a um livro, graças a um projeto de financiamento coletivo.  Lindsey arrecadou US$ 41,665 na plataforma de doações KickStarter para realização da publicação, que deve ser lançada em outubro nos Estados Unidos.  



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.