Veja quais são os points LGBT paulistanos mais disputados e os melhores programas culturais da capital

Falta apenas uma semana para a maior festa da diversidade do Brasil e uma das maiores do mundo: a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. Neste ano, o evento vai ser realizado no domingo 04 de maio, em pleno feriadão do Dia Trabalho, celebrado na quinta-feira (01).

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Os mais precavidos estão há meses planejando o que fazer nestes quatro dias, para aproveitar tudo o que a capital paulista oferece não só para o público gay, mas para qualquer turista que a visita. Já os mais atrasados ainda estão pensando onde vão ficar na cidade.

Pensando nestes últimos, o iGay preparou uma seleção de dicas de hospedagem, de transporte, de programas culturais e points LGBT. Os mais precavidos também podem conferir o nosso guia para ver se fizeram as escolhas certas.

Reveja os melhores momentos da Parada Gay SP 2013:

ONDE FICAR:
São Paulo oferece mais de 42 mil quartos de hotéis, muitos deles na região da Avenida Paulista. Para os mais abastados, os inúmeros cinco estrelas são a melhor opção. Mas para quem quer gastar pouco, os hostels e albergues ajudam a não estourar o orçamento.

Saiba mais:
Parada Gay de São Paulo: Veja onde se hospedar na cidade

COMO CHEGAR:
Avião, ônibus ou carro. Os acessos para a cidade são múltiplos e agradam a todo tipo de viajante. Além de Congonhas, na Zona Sul da capital, também há os aeroportos de municípios vizinhos, o de Cumbica, em Guarulhos, e o de Viracopos, em Campinas. Rodoviárias são três: Barra Funda, Tietê e Jabaquara. Para quem vem de carro, São Paulo dispõe de uma extensa malha rodoviária.

Saiba mais: 
Parada Gay de São Paulo: Veja como chegar à cidade

POINTS E BALADAS:
A própria região da Avenida Paulista, onde acontece a parada, sedia vários points LGBT, como o balado restaurante Spot e os bares da Rua Frei Caneca. Lá também ficam duas boas indicações para os fãs dos programas culturais: a Livraria Cultura e o Espaço Itaú de Cinema. Para quem gosta de programas ao ar livre, o Parque do Ibirapuera e a Praça da República são as opções. No quesito baladas, a capital tem lugares tanto para agradar os meninos gays quanto as meninas lésbicas. 

Saiba mais:
Parada Gay de São Paulo: conheça os points LGBTs da cidade
10 baladas gays imperdíveis de São Paulo
11 points gays 'obrigatórios' para garotas em SP

MUSEUS:
A cidade não é só ferveção. São Paulo tem a fama de ser a capital cultural do País por sediar os museus mais importantes do Brasil. O Masp (Museu de Arte de São Paulo) com quadros de Picasso, Monet, Renoir, Van Gogh e Salvador Dalí, entre outros artistas, é considerado a joia da coroa. Mas a cidade ainda tem espaços importantes como a Pinacoteca do Estado, o MIS (Museu da Imagem e do Som) e o MAM (Museu de Arte Moderna).

Saiba mais:
Parada Gay de São Paulo: 10 museus imperdíveis para se visitar na capital



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.