Conversas do casal no Facebook serviram como prova de que a morte foi causada por espancamento e por falta de atendimento médico

Jéssica Dutro, acusada de matar o filho de 4 anos com a ajuda do namorado Brian Canady, por acreditar que a criança era gay
Washington County Sheriff's Office
Jéssica Dutro, acusada de matar o filho de 4 anos com a ajuda do namorado Brian Canady, por acreditar que a criança era gay

A americana Jéssica Dutro está sendo julgada pelo assassinato do filho  Zachary,  de apenas quatro anos de idade. Segundo a promotoria da cidade Portland, o motivo para ela o namorado terem o espacando até a morte foi o fato da criança ser homossexual. 

VEJA O IGAY NO FACEBOOK 

Zachary morreu em agosto de 2012, dias depois de desmaiar no abrigo onde sua família morava ao sudoeste de Portland, em Oregon. A mulher de 25 anos é acusada de homicídio por abuso e agressão em segundo grau .

Segundo a rede americana CBS, os relatórios da autópsia apontam que a causa da morte de Zachary foi “trauma abdominal por força bruta”, além da demora em levá-lo até um médico.

Conversas no Facebook entre Jéssica e o namorado Brian Canady foram usadas como evidência do crime.  

No início deste mês , Brian se declarou culpado de homicídio culposo e agressão por seu papel no assassinato. Documentos no processo apontam que o namorado Jéssica confessou à polícia que chutou Zachary no abdômen e que se recusou a levar a criança ao médico, depois de ter agredido o menino. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.