Para setor, casamento entre pessoas do mesmo sexo deve impulsionar indústria

Reuters

Casamento igualitário esquenta mercado de turismo
Thinkstock Photos
Casamento igualitário esquenta mercado de turismo

A crescente aceitação e legalização de casamentos entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos e ao redor do mundo vão impulsionar a indústria do turismo e aumentar os gastos de consumidores lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros, dizem especialistas.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Dezessete Estados norte-americanos e o Distrito de Columbia, e um número semelhante de países reconhecem as uniões homossexuais. No mês passado, a Escócia legalizou o casamento gay, entrando para uma lista que inclui Holanda, Brasil, França, Nova Zelândia, Argentina, África do Sul e outros.

Embora a comunidade LGBT seja um pequeno segmento da população dos Estados Unidos, Charlie Rounds , da International Gay and Lesbian Travel Association (IGLTA) Foundation, com sede na Flórida, disse que as mudanças nas leis sobre casamentos terão grandes implicações para viagens nos Estados Unidos e no exterior.

"Vai ser uma porcentagem expressiva do mercado de casamentos nos próximos cinco a 10 anos", disse em uma entrevista em Nova York.

"Apesar de sermos talvez apenas 4 ou 5 por cento da população, o número de pessoas se casando vai provavelmente ser 20 vezes maior, porque antes não podíamos e agora nós podemos", acrescentou.

Casais gays que esperaram anos e, em alguns casos, décadas, para legalizarem suas uniões vão trocar alianças e muitos têm os recursos econômicos para pagar grandes casamentos, caros e em locais distantes.

Dados divulgados em novembro pela Out Now Business Class, um site para consumidores LGBT, mostrou que é esperado que os gastos em turismo LGBT para 2014 ultrapassem US$ 200 bilhões  pela primeira vez.

Os Estados Unidos respondem por US$ 56,5 bilhões desses gastos, de acordo com os números, seguido pelo Brasil com US$ 25,3 bilhões. Já os europeus devem gastar 66,1 bilhões em dólares em turismo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.