Dona de um dos talk shows mais bem-sucedidos dos Estados Unidos e ativista LGBT, a estrela promete brilhar na noite deste domingo no comando da festa do Oscar

A premiação do Oscar deste ano contará com a desenvoltura de ninguém menos do que Ellen DeGeneres . A comediante, dona do talk show vespertino muito popular da TV americana, já apresentou a festa de Hollywood em 2007 e agora retorna como uma figura consagrada no show business, neste domingo (02).

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Ellen, no auge de seus 56 anos, tem em sua carreira outra marca: ter sido a primeira comediante mulher a se assumir gay, ainda em 1997, durante um seriado de televisão, que levava o seu nome. A revelação criou polêmica e rendeu fortes críticas ao programa e também perda de publicidade. Com isso, a atriz se tornou instantaneamente uma ativista LGBT.

Ellen assumiu o relacionamento com a atriz Anne Heche  dois anos depois de sair do armário, mas desmanchou o romance atribulado um ano depois. Sua vida amorosa ganhou novo fôlego com a chegada de fotógrafa Alexandra Hedison e alcançou o ápice em 2004, quando ela conheceu a atriz Portia De Rossi , sua atual esposa. Elas se casaram em 2008, na Califórnia.

O sucesso no amor também apareceu nos negócios. Ano passado, ela foi escolhida, pela revista “Forbes”, como uma das 20 mulheres mais ricas do show bussines – sua fortuna pessoal é avaliada em US$ 65 milhões, além de possuir um patrimônio avaliado em US$ 250 milhões.

A carreira bem-sucedida da humorista nascida em um subúrbio de New Orleans, na Lousiana, foi resultado de uma trajetória permeada por complicações. Ellen viu o pai vendedor de seguros e a mãe, agente imobiliário, se divorciarem ainda na adolescência e enfrentou uma mudança para o Texas.

Ellen DeGeneres vai comandar o Oscar pela segunda vez
Divulgação
Ellen DeGeneres vai comandar o Oscar pela segunda vez

Mais tarde, ela entrou na Universidade de New Orleans, mas não concluiu o curso de comunicação, trabalhando como vendedora, bartender e garçonete. A guinada na carreira aconteceu, aos 23 anos, quando começou a fazer pequenas apresentações de stand-up em clubes e cafés.

O sucesso das piadas foi tanto que Ellen chegou a ser nomeada a pessoa mais engraçada da América por um canal de TV pago. As aparições humorísticas a levaram ao programa de Johnny Carson , o “The Tonight Show". E não parou por aí. A humorista conquistou papeis em diversas séries de TV e, em 1994, atuou em um seriado próprio - o já citado “Ellen”.

Algum tempo depois, viu-se envolvida em uma nova série – “The Ellen Show” -, mas que não permaneceu no ar. O grande sucesso que marcou sua trajetória foi o programa diurno também chamado “Ellen”, que entrevista famosos do primeiro time como Madonna e George Cloney e também figuras políticas importantes como o presidente americano Barack Obama , que cantou e dançou no palco do atração da comediante. 

O popular talk show tem contrato de produção até 2017 e atrai 3,5 milhões de telespectadores todos os dias nos Estados Unidos. O programa também é exibido em outros países.  

Ellen já ganhou 15 prêmios Emmy por suas apresentações e dois Primetime Emmy Awards, em 2001 e 2005. Sua desenvoltura artística foi marcada também no cinema. Em 2003, ela participou do filme “Procurando Nemo”, dublando a inesquecível Dory.

O longa-metragem agora vai retornar na continuação “Encontrando Dory”, que terá novamente a voz de Ellen na personagem do famoso peixinho. A carreira de Ellen conta ainda com uma participação no juri do programa de talentos “American Idol” e a produção de vários livros. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.