Em emocionante discurso no “Time to Thrive”, evento da Organização dos Direitos Humanos americana, atriz de Juno e da franquia X-Men falou da luta contra o preconceito

A atriz Ellen Page , 26, se assumiu gay na noite da última sexta-feira (14), durante o evento “Time to Thrive”, realizado pela Organização dos Direitos Humanos norte-americana em Las Vegas. Em um emocionante discurso, afirmou: “Estou aqui porque eu sou gay”, enquanto era aplaudida de pé.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

“Talvez eu possa fazer a diferença, ajudando as pessoas a terem uma vida mais fácil e esperançosa. Tenho a obrigação pessoal e responsabilidade social”, discursou completando: “E, de forma egoísta, assumo porque estou cansada de esconder, de mentir por omissão” contou.

A atriz canadense que ficou famosa ao protagonizar o filme Juno em 2007 e vai, este ano, retornar à franquia X-Men em “Dias de um Futuro Esquecido", contou que passou por momentos dolorosos ao manter sua sexualidade em segredo. “Sofri por anos porque eu estava assustada para me assumir. Meu espírito, minha saúde mental e minha relação sofreu”, explicou.

Ellen falou ainda sobre a importância dos sentimentos em sua vida: “Sou jovem, mas aprendi que o amor é a coisa mais importante, e o amor, a alegria e até a dor são os maiores presente que podemos dar uns aos outros e merecemos ter a experiência completamente igualitariamente sem vergonha e sem ser comprometido”, afirmou.

Durante o discurso, a atriz ressaltou a importância de exemplos para os jovens. “Existem muitas crianças por aí sofrendo bullying, rejeição ou simplesmente sendo mal-tratadas por serem quem são. Muitas são expulsas de casa, abusadas ou cometem suicídio. O jogador Michael Sam , a atriz Leverne Cox,  a dupla Tegan and Sara  e as famílias que apoiam a coragem me inspiram”, falou a atriz citando casos recentes de gays que se assumiram ou são destaque na mídia.

Ellen nas gravações de
Reprodução/Twitter Bryan Singer
Ellen nas gravações de "X-Men - Dias de Um Futuro Esquecido" que será lançado este ano

Crítica à indústria cinematográfica

A atriz aproveitou o discurso para criticar a indústria cinematográfica da qual faz parte. ”Sou uma atriz representando algum bom senso em uma indústria que vive de colocar padrões inalcançáveis para nós. E não só para os jovens, mas para todo mundo. São padrões de beleza, de boa vida, de sucesso. Padrões que eu odeio admitir, mas me afetaram”.

Ellen seguiu dando a entender que a indústria cria estereótipos que dificultaram sua saída do armário. “Você tem ideias plantadas na sua cabeça, pensamento que nunca tinha tido dizendo como você deveria agir, se vestir e ser. E eu tenho tentado ser autêntica, tentado seguir meu coração, mas é muito difícil. E estou aqui nessa sala, porque juntos, todos nós, podemos fazer muito, mais do que qualquer pessoa pode fazer sozinha."

“Você pode mudar isso e vocês estão mudando isso. A única coisa que posso dizer é obrigado, obrigado por ter me inspirado, obrigado por continuarem a mudar o mundo para pessoas como eu” finalizou a atriz, desejando a todos um feliz dia dos namorados, data celebrada nos EUA na última sexta-feira (14).

CONFIRA O DISCURSO COMPLETO DE ELLEN NO AUDIO ORIGIANAL:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.