Ari-Pekka Liukkonen se assumiu homossexual para combater a legislação antigay em vigor na Rússia, que sediará as Olimpíadas de Inverno neste mês de fevereiro

O nadador finlandês Ari-Pekka Liukkonen se assumiu gay no último domingo (2), numa entrevista a um jornal da Finlândia, de acordo com informações da revista americana Advocate. O atleta saiu do armário com a esperança de ajudar na conscientização contra as legislação antigay em vigor na Rússia.  

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

"Eu queria começar uma discussão mais ampla em relação a Sochi. Porque é triste a legislação na Rússia restringir os direitos humanos dos jovens e outros", explicou o nadador, falando da cidade que vai sediar os Olimpíadas de Inverno, terá seu início na próxima quinta-feira (06). 

Liukkonen  é o primeiro atleta finlandês gay a sair do armário ainda ativo em sua carreira. Ele ganhou a medalha de bronze no revezamento 4 x 50 metros livre misto no Campeonato Europeu de 2012.

“Foi um processo longo e lento para mim, mas agora eu consegui. Agora tenho a sensação de que posso finalmente ser eu mesmo", revelou o atleta, explicando o seu processo de aceitação. 

Segundo o atleta, sua família recebeu a notícia de forma positiva. “Eles já tinha percebido que eu sou assim". 

"Espero que na Finlândia , possamos chegar em breve ao estágio em que não precisemos mais falar sobre isso. A homossexualidade é uma característica como ter olhos azuis ou castanhos, ser canhoto ou destro", concluiu o nadador, que pretende vir ao Brasil em 2016, para participar dos Jgos Olímpicos do Rio de Janeiro. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.