O ano terá personagens LGBTs dos mais diferentes tipos, da estrela Giovanna Antonelli como dona casa lésbica ao galã Jared Leto vivendo uma travesti

Na próxima segunda (20), a série "“Looking”, do canal HBO, abre uma temporada que promete ser uma das mais marcantes para os personagens gays da TV e do cinema, tanto em telas brasileiras quanto internacionais. Com estreia simultânea no Brasil nos Estados Unidos, o seriado sobre um trio de amigos que vive em São Francisco, será exibido no horário de 1h32 da madrugada. Mas os menos notívagos poderão ver a reprise da atração às 21h do mesmo dia.  

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Giovanna Antonelli viverá uma lésbica em
Reprodução/TV Globo
Giovanna Antonelli viverá uma lésbica em "Em Família", a próxima novela das 21h da Globo

Em "Looking", o personagem que mais chama atenção é exatamente o protagonista Patrick ( Jonathan Groff ), um designer de games de 29 anos, que volta ao 'mercado' da paquera depois do seu primeiro e único relacionamento sério. Prometendo uma abordagem inédita e realista da comunidade gay, o seriado tem aspiração de ser a evolução das lendárias séries “Queer as Folk” e “The L Word”.

Na TV brasileira, quem promete causar barulho é o papel da estrela  Giovanna Antonelli  na novela de Manoel Carlos, em "Família", que estreia na TV Globo no dia 3 de fevereiro. Chamada Clara, a personagem é uma dona de casa que deixa o marido para viver uma paixão avassaladora por uma fotógrafa, vivida por Tainá Muller . Detalhe: o parceiro dela é interpretado pelo gatíssimo  Reynaldo Gianecchini

Giovanna e Tainá  tem a difícil missão de alcançar o sucesso com um casal gay depois da forte repercussão do par Felix ( Mateus Solano ) e Niko ( Thiago Fragoso ), sucesso da atual novela global das 21h, "Amor à Vida".  Ainda na Globo, outro casal lésbico aparecerá na minissérie "A Teia",  série policial que estreia no dia 28 de janeiro.  Na trama,   Juliana Schalch é Suzane, uma jovem ex-viciada que faz parte de uma quadrilha de assaltantes ao lado da namorada Wanda ( Inês Peixoto ). 

Da descoberta do sexo ao super-herói gay

Depois de um 2013 marcado pelo premiado "Tatuagem", o cinema nacional dá sinais de que 2014 terá outros personagens gays impactantes como os desta produção. A começar pelo aguardado longa “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, que estreia no dia 28 de março. O personagem de destaque da história é o adolescente Leonardo ( Guilherme Lobo ), um menino cego que vive o despertar de sua sexualidade ao conhecer o colega de escola  Gabriel (Fábio Audi). Para complicar a situação, o primeiro tem uma melhor amiga que se apaixona por ele, Giovana ( Tess Amorim ).  

No mês seguinte a estreia de “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, chega às telas o longa “O Uivo da Gata”, no dia 4 de abril.  A produção tem um história semelhante ao da novela "Em Família", com uma mulher abandonando o marido para viver com uma mulher. Neste caso, quem toma essa decisão é a personagem Antônia ( Mariana Ximenes ), que se apaixona pela linda Luana ( Leandra Leal ).

As duas personagens fazem a força do filme. No último Festival de Gramado, as cenas de sexo das personagens de Mariana Ximenes e Leandra Leal virou assunto nos corredores do evento gaúcho.

Para fechar o ano, em pleno dia Dia de Natal, Leadro Hassum traz de volta às telas um saudoso personagem eternizado pelo humorista Jô Soares , o Capitão Gay. Além de apresentar o colorido e divertido super-herói homossexual a uma nova geração de telespectadores, Hassum tem o desafio conseguir um interpretação tão marcante quanto a de Jô, que provocou gargalhadas em gente de todas as idades nos anos 80. 

A travesti Rayon e o poeta Ginsberg 

No cinema internacional, um dos personagens que mais tem chamado atenção, mesmo antes de estrear, é o do ator Jared Leto no filme “Clube de Compra Dallas”, que chega ao Brasil em 24 de fevereiro. No longa, ele vive a travesti Rayon, que desenvolve uma curiosa amizade com o rude eletricista Ron Woodroof ( Matthew McConaughey ), que é diagnosticado HIV+ e passa a contrabandear drogas ilegais do México.

Elogiada pelos críticos, a performance de Leto acaba de ser agraciado com o prêmio de ator coadjuvante no Globo de Ouro, que aconteceu no ultimo domingo (12), em Hollywood.  

Apesar do pavoroso título escolhido pela sua distribuidora no Brasil, “Versos de Um Crime” deve ser um dos destaques do ano ao retratar a geração beatnik. Além disso, o filme desperta curiosidade pelo desempenho de  Daniel Radcliffe - o eterno bruxinho Harry Potter - como o jovem poeta gay Allen Ginsberg.  A produção estreia por aqui no dia 7 de março.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.