“Azul É a Cor Mais Quente” é o mais novo integrante da lista dos filmes que têm parceiras intensas e apaixonadas. Veja outras produções com personagens assim na galeria

Uma das estreias mais aguardadas do ano, o filme “Azul É a Cor Mais Quente” chegou finalmente aos cinemas brasileiros neste fim de semana. Além da trama vencedora da Palma de Ouro em Cannes, o longa se destaca por mostrar um intenso romance lésbico, com direito a longas cenas de sexo.

Com sua história de amor, o par Adèle ( Adèle Exarchopoulos ) e Emma ( Léa Seydoux ) já entrou para a lista dos casais lésbicos mais marcantes do cinema internacional, fazendo companhia as duplas apresentadas nos filmes “Minhas Mães e Meu Pai” e “Vicky Cristina Barcelona”, por exemplo.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Neste ano, com a estreia de “Flores Raras”, o cinema nacional entrou para lista com o casal interpretado brilhantemente pelas atrizes Glória Pires e Miranda Otto . Numa história real, as duas interpretaram, respectivamente, a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares e a poeta americana Elizabeth Bishop.

Além desses quatro filmes citados, existem outros que merecem destaque por trazer casais marcantes. Confira a lista completa a seguir:

1 - “Azul É a Cor Mais Quente” (2013) – Dirigido por Abdellatif Kechiche , o filme mostra Adèle (Adèle Exarchopoulos) descobrindo que as mulheres atraem muito mais o seu interesse do que os homens. Quem provoca essa constatação é a bela Emma (Léa Seydoux), com seus indefectíveis cabelos azuis. Com seu jovem casal, o longa francês é um retrato da descoberta do amor gay.

2 - “Minhas Mães e Meu Pai” (2010) – Um moderno casal de mulheres maduras protagoniza o longa estrelado por Annette Bening  e Julianne Moore, que vivem as personagens Nic e Jules, respectivamente. Juntas há 20 anos, as duas são mães de dois filhos adolescentes concebidos por meio de inseminação artificial. O trabalho das duas atrizes é só uma das qualidades do filme.

O apaixonado casal do drama nacional
Divulgação
O apaixonado casal do drama nacional "Flores Raras"

3 – “Flores Raras” (2013) - Glória Pires e Miranda Otto encararam o desafio de levar para as telas duas personalidades da vida real. A brasileira interpreta a arquiteta carioca Lota de Macedo Soares, cujo trabalho influenciou definitivamente a paisagem do Rio de Janeiro. Já a australiana, vive a premiada poeta americana Elizabeth Bishop. O casal é formado por duas mulheres de temperamentos opostos. Lota é segura e decidida, enquanto Elisabeth é frágil e insegura.

4 - “Vicky Cristina Barcelona” (2008) - Cristina ( Scarlett Johansson ) e Maria Elena ( Penélope Cruz ) nem são propriamente um casal no filme de Wood Allen , mas quando elas estão juntas em cena praticamente saem faíscas da tela. A cena das duas no quarto escuro de revelação fotográfica é incendiária.

5 – “Beijando Jessica Stein” (2001) – Na inusitada história do filme, a sensível e paranoica jornalista Jessica ( Jennifer Westfeldt ) descobre o amor lésbico ao responder o anúncio no estilo ‘mulher procura mulher’ num jornal. Assim, ela acaba marcando um encontro com Helen Cooper ( Heather Juergensen ), um marchand de uma galeria de arte. Elas, que só haviam se relacionado com homens, acabam se dando muito bem.

6 – “Gia - Fama e Destruição” (1998) - O subtítulo brasileiro do filme já entrega que esse casal não tem uma história cor-de-rosa. Mesmo assim, não deixa de ser interessante ver um amor lésbico com uma história no estilo turbulento. Muito antes da fama, Angelina Jolie vive a top model Gia, de ascenção meteórica, que acaba se viciando em heroína. Em meio a tudo isso, ela se apaixona pela maquiadora Linda ( Elizabeth Mitchell ). Longa baseado em fatos reais.

7 - “Ligadas Pelo Desejo” (1996) – Fortes, as cenas de sexo lésbico fizeram a fama desse filme. Na trama, Jennifer Tilly vive Violet, uma primeira-dama de um chefe da máfia cansada de ser maltratada por ele. Ao se envolver com a ex-presidiária Corky ( Gina Gershon ), a personagem decide armar um plano para matar o marido , ficar com o dinheiro dele e fugir com a amante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.