Montagem criada pela campanha Rio Sem Preconceito mostra imagens de crimes de ódio que atingiram homossexuais, mulheres, negros e índios

A cada segundo uma mulher é estuprada no país. No Rio de Janeiro, (isso acontece) a cada 8 minutos. E com essa chocante informação e imagens não menos fortes de mulheres agredidas que se inicia o vídeo da campanha Rio Sem Preconceito, que tenta chamar atenção para o aumento de crimes de ódio e intolerância no Brasil nos últimos anos.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Com três minutos de duração, o vídeo vai listando com informações e imagens todas as violências que têm atingido homossexuais, mulheres, negros e índios.

Contra a população LGBT, por exemplo, a gravação cita o inaceitável aumento de 46,6% nas violações homofóbicas, entre 2011 e 2012. Esse último dado é ilustrado com imagens aterrorizantes de homossexuais que foram agredidos e até morreram por conta de sua orientação sexual ou de gênero.

O Rio Sem Preconceito é uma iniciativa da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio. No último mês de novembro, personalidades brasileiras, como Preta Gil, Glória Pires e Walcyr Carrasco , foram homenageadas pela organização, que reconheceu a atuação deles contra o preconceito e a intolerância.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.