Evento Mix Brasil aconteceu no Cento Cultural São Paulo e exibiu o polêmico filme “Interior. Leather Bar”, de James Franco e Travis Mathews, que esteve presente na abertura

O Centro Cultural São Paulo recebeu na noite dessa quinta-feira, 7, a abertura do 21º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade. André Fisher , que dirige o evento desde sua primeira edição, falou sobre o prazer em montar o Festival a cada ano.

CURTA O IGAY O FACEBOOK  

“Nossa satisfação é conseguir realizar o evento porque todo ano o Festival tem que se reinventar. Não podemos sentar em berço esplendido porque todo ano é uma batalha, uma luta para colocar tudo de pé. É um trabalho continuo nesses 21 anos. Já tivemos momentos em que achamos que ele não iria acontecer, hoje não existe mais essa dúvida, mas nunca sabemos como vai acontecer, é sempre uma surpresa”, explicou o diretor.

André contou também sobre o projeto itinerante:“A gente acaba esse evento no final deste mês, mas já começamos as viagens, porque faz parte do projeto viajar pelo Brasil, pelo interior, para mostrar o Festival. No começo do ano começamos a viajar por outros festivais internacionais para buscar filmes”, e ainda enfatizou a importância que o Festival tem para a comunidade LGBT.

“O Festival tem uma questão especialmente importante que é dar subsídios para quem está participando e o mostrar o que está acontecendo fora do país. Quando você fala de filmes que abordam a cidadania, estilos de vida diferentes, direitos, é um momento muito importante de fortalecer as suas ideias, ter acesso a essas informações e construir opiniões com elas”.

João Federeci,   que dirige o evento ao lado de Fisher, falou sobre o convite feito ao deputado Marcos Feliciano   (PSC-SP) para comparecer ao Festival. “O convite foi feito, ele foi muito educado, elogiou o Festival, mas não recebemos um retorno. Apesar da educação acho que ele ainda não está pronto para discutir com a gente questões relacionadas à diversidade”.

João se esquivou ao ser questionado sobre seus filmes preferidos para este ano, mas enfatizou o ótimo calendário que foi preparado. “Eu não posso dizer meus preferidos porque senão fico mal com a curadoria toda que fizemos, mas todos devem ser assistidos, todos têm a sua importância em particular... Os espetáculos estão maravilhosos, os shows estão maravilhosos”.

Na abertura, o Festival apresentou o filme “Interior. Leather Bar”, dirigido por James Franco   e Travis Mathews  , que veio ao Brasil conferir a estreia. Outras personalidades como as drag queens Silvetty Montila  , Salete Campari  , o ex-BBB Dicesar   e o ator Rubens Caribé  também prestigiaram o evento.

Com apresentações de filmes, peças teatrais e shows, o Festival acontece de 7 a 17 de novembro em São Paulo e de 14 a 21 de novembro no Rio de Janeiro.

Mais informações:  www.festivaldeculturadadiversidade.org.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.