O processo de descoloração deve ser feito com cuidado e por um profissional especializado. Mas o resultado final é um estilo renovado e contemporâneo

Em grandes cidades como Londres, Tóquio e Milão, muitos homens apostam nos cabelos coloridos para compor o visual. Por aqui, esse look ainda não é tão comum. Mas ele pode ser uma ótima opção para fugir da caretice, principalmente para quem trabalha em profissões que dão essa liberdade. Neste caso, o azul platinado é uma boa escolha, por ser moderno, sem ser juvenil.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

A tonalidade tem aparecido nas cabeças de homens e mulheres em editoriais de revistas gringas desde que o filme francês “Azul é a Cor Mais Quente” se tornou a sensação do Festival de Cannes.  Vencedor da Palma de Ouro  de 2013, o longa conta a história de Adèle ( Adèle Exarchopoulos ), uma adolescente que se apaixona pela primeira vez por uma mulher ao ser seduzida por uma irresistível jovem de cabelos azulados, chamada Emma ( Léa Seydoux  ). 

Quem também se deixou seduzir pelo azul foi o fotógrafo paulistano André Giorgi ,, que aceitou o convite do iGay para trocar o tom castanho dos seus cabelos pelo azulado. “Sempre quis fazer uma mudança mais radical, e queria fazer isso antes dos 30 anos”, conta André, que está com 25.

A mudança de cor foi feita pelo hair stylist Evandro Ângelo,   do salão C. Kamura, e pela sua assistente Aléxia Araújo .. “O André tem um estilo contemporâneo, esse tom combina com ele e dá uma ar mais descolado ao visual dele”, avalia Evandro, que antes de começar o processo de clareamento e tingimento, corta os cabelos do fotógrafo para alinhar o corte.

Todo o processo de descoloração e tintura durou cerca de cinco horas. Sendo que o primeiro, o mais demorado, levou quatro. Feito com a aplicação de água oxigenada 40 volumes, foi realizado em três etapas, com enxágues entre elas. “O objetivo é deixar os fios quase transparentes, ideais para a aplicação da coloração”, esclarece Evandro.

Aliás, é bom alertar que todo o processo deve ser feito por um profissional especializado, evitando que a descoloração seja feita equivocadamente e acabe deixando os cabelos quebradiços. “É preciso ficar atento o tempo todo para ver como os fios estão reagindo ao descolorante, não deixando que eles fiquem elásticos”, alerta Evandro, acrescentando que o couro cabeludo também fica bem sensível nesta situação, sujeito a uma ligeira ardência. Quem nunca fez esse procedimento, deve se preparar.

O tom platinado de azul dos cabelos iluminam o rosto de André
Foto iG
O tom platinado de azul dos cabelos iluminam o rosto de André


O tempo de descoloração é menor para quem tem cabelos claros. No caso dos loiros, por exemplo, o processo pode levar menos de duas horas. Mas quem tem fios castanhos como os de André ou até mais escuros, precisa mesmo ficar mais tempo na cadeira do cabeleireiro.

Com os fios já descoloridos, chega finalmente a hora de aplicar a coloração. Evandro faz isso até atingir o tom ideal. Repetindo duas vezes a sequência de aplicar a tinta, lavar os cabelos e depois secá-los. Na última lavagem, o hair stylist aplica um máscara de queratina nos fios, reidratando os cabelos de André.

Depois de secar os cabelos com o secador, Evandro finaliza seu trabalho aplicando uma pomada modeladora. O profissional diz que é preciso observar alguns cuidados depois de uma coloração como essa. “É essencial o uso do silver para preservar o azul”, recomenda hair stylist, citando o produto que combate o amarelado nos fios descoloridos. Além disso, ele recomenda uma hidratação por semana.

Segundo Evandro, os cabelos só precisam ser retocados depois de um mês da primeira coloração. “Mas depende muito do gosto de cada pessoa. Se o cliente não quiser que os fios mudem para um tom mais claro, vai precisar dar um banho de azul toda semana”, conclui o hair stylist.
________________________________________________________________________

Agradecimentos: 
Hair stylist:  
Evandro Ângelo
Assistente: Aléxia Araújo
Salão : C.Kamura  - São Paulo (11) 3061-5500

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.