Tamanho do texto

Cantora fala abertamente de sua bissexualidade e diz que lésbicas dão melhores cantadas que os homens heterossexuais

Lady Gaga  falou abertamente de sua bissexualidade e do seu desejo por mulheres durante uma entrevista ao programa “Watch What Happens Live”, exibido pelo canal a cabo americano Bravo, na última quarta-feira (11).

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

“Eu sei que as pessoas pensam que apenas digo coisas para chocar, mas eu gosto mesmo de b*****. Depende apenas de quem a b***** é. Para mim, é algo semelhante ao que eu sinto por homens", disparou Gaga, sem o menor pudor, na conversa com o apresentador Andy Cohen. 

Assumindo ser frequentadora de clubes lésbicos, Gaga falou mais sobre sua relação com as mulheres. "Eu tive alguns mergulhos na lagoa das moças. Eu gosto de garotas”, afirmou.  

“Eu gosto delas porque acho que as lésbicas são mais ousadas do que os homens heterossexuais, quando se trata de chegar em você. E eu realmente aprecio isso”, completou.

Gaga defendeu Miley Cyrus dos que acusam a ex-estrela infantil de abusar demais da sensualidade. “Eu apenas acho que todo mundo precisa abrir suas mentes, deixá-la em paz. É música pop. Todo mundo tem direito a sua própria expressão artística, e se você tiver um problema com ela, basta mudar de canal”, argumentou a cantora”. Eu não entendo essa necessidade insaciável que as pessoas têm de ficar odiando as coisas”, acrescentou. 

A cantora aos beijos com uma companheira de prisão no clip
Reprodução
A cantora aos beijos com uma companheira de prisão no clip "Telephone", de 2010


A supostas desavenças com a colega Christina Aguilera também foram desmentidas. “Desde o início de minha carreira havia toda essa polêmica sobre nós duas, e eu sempre senti que isso era muito injusto com ela", desabafou. 

"Eu só acho que é muito injusto alguém colocar uma mulher contra outra mulher, especialmente no cenário musical, quando todas nós estamos apenas tentando ser levadas a sério. Christina é uma artista incrível", admitiu Gaga.